Pessoas “lápis bege”

Meu irmão usou essa analogia do lápis bege: sabemos que está lá na caixa, mas quando ele realmente aparece para colorir?
Assim são algumas pessoas. Ficam por perto, sabemos que estão ali. Porém, são inertes, ficam esperando sei lá o que para tomarem uma atitude.
E atitudes dizem mais do que as palavras, e machucam bem mais também.
Ano passado me ensinaram que Ganesh mostra a essência das pessoas… coloquei um no meu quarto, perto do darumá, dos anjinhos, enfim, uma miscelânia do bem.
Fui criada num ambiente de amor, aprendi muito sobre ser solidária e amiga em casa. Na escola, aprendi que a união faz a força e uma mão lava a outra. Na formatura, estudantes da área de biológicas fazem geralmente o juramento de Hipócrates. Nada mais natural  partir da premissa que as pessoas em geral são assim como eu.
Pois é, nem todas são. Algumas estão tão perdidas em seus próprios problemas que mal enxergam  o sofrimento alheio, o que é compreensível. Agora, o que pensar de uma pessoa que só enxerga o próprio umbigo, egoísta, incapaz de se doar? É um choque decepcionante, lamentável mesmo.
Mas o que se leva de bom dessa história são as estatísticas: para cada estojo de 24 cores, há apenas um lápis bege sem graça e alheio. Os outros estão ali, prontos para colorir nossa vida, e é o que vale!!!
Anúncios
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s