Sobre Olimpíadas, nações e cultura

Que disputa para ser sede dos jogos, não? Como sou mil vezes Olimpíadas (que tem voley, basquete, ginástica artística, ginástica ritmica, natação, etc) à Copa, eu confesso que adorei a idéia de termos uma no Brasil, mesmo não sendo em Sampa. A campanha foi linda, usou as belezas geográficas incontestáveis do Rio (sou uma das poucas paulistas que se recusa a entrar nessa briguinha bairrista idiota de a "minha cidade é melhor que a tua"), a maneira como nosso país acolheu diversos povos e religiões, a integração do esporte à paisagem, enfim, amei!! Só não aprovo o climinha de já ganhou que se instalou, será que esqueceram do valor que deverá ser investido (espero que n ressussitem contribuições, nem inventem mais tributos por conta disso)?
O fato de ser a primeira vez de um país sulamericano a sediar uma olimpíada foi decisivo também…
O mais irônico foi a final entre espanhóis e cariocas… não dá p avaliar a parte como todo. Pela meu microespacinho amostral, posso dizer que os primeiros ganham na gentileza, no cavalheirismo, no carisma, amor e respeito à família. E os últimos no bom humor e sagacidade.
Lamentei por Tóquio, afinal tenho raízes nipônicas…mas Pequim foi muito recente, eles pregam o rodízio de continentes, talvez por isso Madri também tenha recebido um olé.
Chicago, com a sua população sendo a que mais reprovou ter uma Olimpíada, foi a primeira a sair.
E já comecei minha caminhadinha acelerada, u-hu!!!
 
 
 
Anúncios
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s