Açaí

 

Amo Djavan… me retrucaram falando que ele escreve letras absurdas tipo essa:

Solidão de manhã,
Poeira tomando assento
Rajada de vento,
Som de assombração, coração
Sangrando toda palavra sã

A paixão puro afã,
Místico clã de sereia
Castelo de areia,
Ira de tubarão, ilusão
O sol brilha por si

Açaí, guardiã
Zum de besouro um imã
Branca é a tez da manhã       

Deixa o poeta despejar seus versos. Sou uma leonina sentimental, romântica… a vida se encarrega de nos surpreender de uma forma tão boa…como dizem as misses: estamos aqui, muito feliz, rs.

Por coincidência, a galera marcou num bar chamado Açaí,rs . Galera das antigas, histórias bem humoradas, do passado, do presente, expectativas para o futuro.

Can´t help it, what a funny  feeling …let it be

 

Anúncios
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s