Sem Resposta

Não fui eu que escrevi…mas bem que poderia ter sido…
 
Tire um pouco o peso das minhas costas
Falta pouco tempo pra eu ir embora
E eu  nem sei se vou voltar
Trilhe seus caminhos, faça suas apostas
Mas não me deixe aqui sozinha sem respostas
Que eu nem sei onde encontrar
Eu sou apenas uma criança indefesa
Você parece uma caixinha de surpresas
Se for assim, meu bem
Adeus
Não tô te pedindo pra ficar
Não vou te encher de promessas
Eu te quero bem, mas no AMOR eu tenho Pressa
Vá se acostumando com a minha ausência
Faça logo as pazes com sua consciência
E veja se você errou

Trilhe seus caminhos, faça suas apostas
Mas não me deixe aqui buscando as respostas
Que você nunca encontrou
Eu sou apenas uma criança indefesa
Você parece uma caixinha de surpresas
Se for assim, meu bem
Adeus
Não tô te pedindo pra ficar
Não vou te encher de promessas
Eu te quero bem, mas no AMOR eu tenho Pressa

Anúncios
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s